Processamento auditivo em criança com doença cerebrovascular

Karla Maria Ibrahim da Freiria Elias, Maria Francisca Colella dos Santos, Sylvia Maria Ciasca, Maria Valeriana Leme de Moura-Ribeiro
2007 Pró-Fono  
TEMA: na infância a doença cerebrovascular (DCV) constitui condição rara em que a evolução a curto, médio e longo prazo tem merecido esclarecimentos. Neste sentido, a aplicação de técnicas comportamentais pode possibilitar melhor caracterização clínica, visando o planejamento e controle terapêutico eficientes. OBJETIVO: descrever em uma criança com DCV as manifestações audiológicas em dois momentos distintos da evolução clínica. MÉTODO: a criança, com diagnóstico comprovado de episódio único e
more » ... e episódio único e unilateral de DCV, apresentando habilidades de linguagem e cognição satisfatórias, foi submetida a conjunto de testes convencionais e de processamento auditivo, incluindo a avaliação simplificada e as categorias de testes monóticos, dicóticos e de processamento temporal. Os dados obtidos foram pareados com criança normal destra, de mesmo sexo, idade e nível sócio-cultural. RESULTADOS: foi constatado comprometimento nas habilidades de memória auditiva e atenção seletiva em tarefas de integração e separação binaural para estímulos verbais e não-verbais. CONCLUSÃO: a evolução, embora favorável, se mostrou abaixo do esperado para a idade, quando comparado com seu par. A avaliação prospectiva da criança acometida por DCV possibilitou caracterizar o comportamento auditivo, definir seus parâmetros e a evolução do quadro audiológico.
doi:10.1590/s0104-56872007000400012 pmid:18200390 fatcat:ifg3zmwhfzh35o454w4cniziwe