Qualidade fisiológica e potencial de armazenamento de sementes de tomate submetidas ao condicionamento osmótico

Claudia Antonia Vieira Rossetto, Tatiana de Moraes Lima, João Nakagawa
2002 Horticultura Brasileira  
Considerando a necessidade de verificar os efeitos de tratamentos de condicionamento osmótico na qualidade fisiológica e no potencial de armazenamento, foram avaliados três lotes comerciais de sementes de tomate representados pelos cultivares Quadrado Mix, Calmec VFN e Topmec. As sementes foram classificadas por peneiras de crivo circular de diâmetros de 3,5 e 4,7 mm, passando cada lote a constituir um sublote e, em seguida, foram submetidas ao condicionamento osmótico. O delineamento
more » ... ineamento experimental foi inteiramente casualizado em fatorial 2x5x6 (condicionamento osmótico x sublote), com quatro repetições, por período de armazenamento. Por tratamento, as sementes foram imersas em soluções aeradas de polietileno glicol, a 0,0 e -1,0 MPa, por sete dias, a 20ºC. As avaliações da qualidade fisiológica foram realizadas imediatamente após o condicionamento e aos 30; 60; 90 e 120 dias de armazenamento em potes plásticos e em condições de câmara fria. Os resultados permitiram concluir que imediatamente após o tratamento e até 60 dias de armazenamento, as sementes condicionadas apresentaram maior germinação e vigor, independente do sublote. Porém, após 120 dias de armazenamento, as sementes da cultivar Quadrado Mix, que foram condicionadas, apresentaram maior germinação e vigor, do que as sementes não condicionadas.
doi:10.1590/s0102-05362002000400024 fatcat:7bhoyp3jwzdy7em3xm4jxcr7za