Notícia ruim corre depressa!

Luis E.C. da Rocha
2009 Revista Brasileira de Ensino de Física  
Muitas provérbios surgem através da própria experiência cotidiana. Embora muitas dessas expressões sejam de entendimento direto por parte da população em geral, um olhar mais cuidadoso gera muitas questões e dúvidas a respeito da sua validade. Motivados por uma dessas expressões, no presente artigo, analisamos a transmissão de uma notícia numa rede de contatos eletrônicos (e-mails). Para tanto, são propostos protocolos de transmissão de notícia que reproduzem propriedades de sistemas reais.
more » ... s protocolos são simulados numa rede real de e-mails e na rede aleatória proposta por P. Erdos e A. Rényi. Os resultados sugerem que uma notícia se espalha mais rapidamente na rede aleatória. A presença de vértices concentradores de conexões (hubs) na rede real tende a atrair a notícia, prejudicando os vértices menos conectados.
doi:10.1590/s1806-11172009000300003 fatcat:tlwarmk2hfdrhbz2rxdz2whkaq