Atributos morfométricos e hidrológicos da Bacia Hidrográfica do Alto Sapucaí, Minas Gerais

Lucas Emanuel Servidoni, Joaquim Ernesto Bernardes Ayer, Paulo Vitor Moraes Estella, Gabriel Henrique de Oliveira, Ronaldo Luiz Mincato
2021 Revista do Departamento de Geografia  
A caracterização morfométrica de bacias hidrográficas é fundamental para análises hidrológicas e ambientais. Pois, pode contribuir com políticas de planejamento e gerenciamento de recursos naturais e de prevenção à enchentes e inundações. Neste cenário, o trabalho analisou as características morfométricas e hidrológicas da Bacia Hidrográfica do Alto Sapucaí, sul do Estado de Minas Gerais, para fornecer subsídios técnicos para o adequado gerenciamento dos seus recursos hídricos. Para tanto,
more » ... calculados os parâmetros: densidade de rios, densidade de drenagem, relação de relevo, índice de rugosidade, coeficiente de compacidade, fator de forma e coeficiente de manutenção. Os dados referentes à vazão foram obtidos de uma estação de monitoramento fluvial da Agência Nacional de Águas e organizados pelo Sistema Computacional para Análise Hidrológica e pelo aplicativo Excel para obtenção, no período de 1994 a 2013, da vazão média anual, vazão média de longo prazo, vazão máxima de longo prazo, vazão mínima de longo prazo e os desvios em relação à média. Os dados de precipitação foram obtidos pelo Climate Hazards Group Infrared Precipitation with Stations e reunidos em precipitação média mensal e precipitação média anual para o período. Os dados permitiram caracterizar a Bacia Hidrográfica do Alto Sapucaí como propensa a enchentes, devido aos valores de densidade de drenagem maiores que 15,01, de densidade de rios maiores do que 3,01 e coeficiente de compacidade de 0,89. Tais valores indicam a necessidade de estratégias de prevenção à enchentes e inundações, como o reestabelecimento de áreas verdes e evitar a ocupação antrópica nessas áreas.
doi:10.11606/eissn.2236-2878.rdg.2021.169817 fatcat:bds7kyprabh4xcien35g2u3ynu