Graciano, um imperador niceno e santo: uma identidade construída nos documentos de Ambrósio, bispo de Milão

Janira Feliciano Pohlmann
2020 Romanitas - Revista de Estudos Grecolatinos  
O objetivo deste artigo é analisar alguns elementos edificados por Ambrósio, bispo de Milão, para formatar uma identidade cristã baseada no Concílio de Niceia de 325, e, ao mesmo tempo, identificar Graciano como um "santo imperador" defensor da fé professada pelo sacerdote milanês. Para alcançar este objetivo e comprovar minhas hipóteses, examino duas obras tratadísticas de Ambrósio: De fide e De Spiritu Sancto. Observo que ambas as obras foram escritas entre 378/380?-383, por solicitação do
more » ... r solicitação do Augusto Graciano. Era, portanto, um momento em que o credo de Niceia afirmava sua noção de ortodoxia e a natureza divina do imperador romano ganhava aspectos cristãos.
doi:10.17648/rom.v0i15.23765 fatcat:x3rwv5fkovct3iteuqkq4fuwri