A espacialização utópica em Al Berto e João Gilberto Noll

Gustavo Cerqueira Guimarães
2013 Via Atlântica  
Este artigo desenvolve uma reflexão acerca das espacializações utópicas dos personagensnas obras de Al Berto (1948-1997) e de João Gilberto Noll (1946). Para tanto, a análise recai sobre todos os romances do autor brasileiro, em determinado momento o foco incide em "Lorde", e nas obras do lusitano em que há maior figuração de personagens, a exemplo de "Lunário".
doi:10.11606/va.v0i24.58062 fatcat:p4pgxnmycnejblhudjcnodttzu