OBTENÇÃO DE PASTAS MINERAIS A PARTIR DO ESPESSAMENTO DE LAMAS PROVENIENTES DE PROCESSAMENTO FOSFÁTICO

Mário Campos De Rezende Neto, Kelly Cristina Ferreira, Marina Filizzola Melquiades De Oliveira, George Eduardo Sales Valadão
2015 Holos  
Os minérios atualmente lavrados têm apresentado teores cada vez menores, impactando no aumento da produção de rejeitos e necessitando de técnicas para viabilizar sua disposição a seco. Entre essas técnicas, espessamento e processos de agregação de partículas, como a floculação, são utilizados para a produção de líquidos clarificados e de pastas minerais. Devido à menor quantidade de água, as pastas apresentam inúmeras vantagens ambientais e tecnológicas, sendo necessário considerar previamente
more » ... iderar previamente suas propriedades reológicas, entre elas a altura de abatimento. O presente estudo objetivou caracterizar as pastas minerais obtidas a partir do espessamento de lamas, quanto ao seu abatimento, e selecionar a dosagem de floculante que apresente as melhores respostas de sedimentação e clarificação dos líquidos sobrenadantes. Os resultados foram obtidos através de ensaios de sedimentação descontínua em proveta, com floculante catiônico e aniônico, apresentando como única variável operacional a dosagem de floculante. Os líquidos clarificados obtidos em cada ensaio tiveram sua turbidez determinada por turbidímetro digital. No que se refere aos parâmetros reológicos, testes slump foram utilizados para determinação da consistência das pastas minerais, em ampla faixa de concentração de sólidos. Resultados mostraram que o floculante catiônico apresentou melhor resposta de sedimentação e clarificação de sobrenadante, cuja velocidade de sedimentação e turbidez foram, respectivamente, 2,40cm/s e 9,4NTU. Para pastas com mais de 80% de sólidos, não foi observado abatimento significativo, próximo a 0,3cm, ao passo que, para polpas diluídas, as mesmas se espalhavam totalmente pela superfície.
doi:10.15628/holos.2015.3706 fatcat:5vityc5qfrfmjfoixki2mhf7su