Avaliação temporal das características funcionais de espécies arbóreas em fitofisionomias da transição Cerrado-Amazônia, Mato Grosso, Brasil

Giovana Zilli, Beatriz Schwantes Marimon, Marco Antônio Camillo de Carvalho, Fernando Landa Sobral, Ben Hur Marimon-Junior
2014 Biotemas  
Resumo O estudo objetivou investigar possíveis variações temporais das características funcionais de espécies arbóreas de três isionomias de Cerrado. Foram analisadas 195 espécies, sendo 88 em cerrado típico, 89 em cerradão e 105 em mata de galeria, com 87 espécies comuns em pelo menos duas isionomias. O estudo se baseou em listas de levantamentos lorísticos e itossociológicos ao longo de 12 anos. Foi registrada variação na diversidade funcional para o cerrado típico e o cerradão ao longo do
more » ... adão ao longo do tempo, enquanto a mata de galeria permaneceu constante. As três comunidades apresentaram variações na riqueza de espécies e número de indivíduos ao longo dos inventários, provavelmente atribuídas a eventos de seca e fogo que ocorreram no período de estudo. Estes resultados revelam grande estabilidade funcional da mata de galeria frente às variações ambientais, lorísticas e itossociológicas ocorridas no período. As causas das mudanças veriicadas no cerrado típico e no cerradão são ainda incertas, mas podem estar relacionadas à maior instabilidade hídrica destas comunidades em relação à mata de galeria, onde as árvores têm melhor acesso à água no solo ao longo do ano. Abstract Evaluation of temporal variation in functional characteristics of arboreal species in Cerrado- Amazonia transition zone physiognomies, Mato Grosso state, Brazil. This study investigated the possibility of temporal variation in functional characteristics of arboreal species in three Cerrado vegetation physiognomies. Revista Biotemas, 27 (4), dezembro de 2014 52 G. Zilli et al. We analyzed 195 species in total, including 88 in typical cerrado, 89 in cerradão and 105 in gallery forest, with 87 species common in at least two physiognomies. The study was based on lists provided by loristic and phytosociological surveys conducted over 12 years. We observed temporal variation in functional diversity values for typical cerrado and cerradão, while the gallery forest remained constant. The arboreal communities in all three physiognomies showed temporal variation in species richness and abundance, which is likely attributed to drought and ire events that occurred during the study. The lack of temporal change in functional diversity, species richness, and abundance in the gallery forest suggests higher functional stability during periods of environmental change. The causes of the functional changes observed in the typical cerrado and cerradão remain uncertain, but may be related to greater seasonality of soil water availability compared to the gallery forest, where trees have increased access to soil water throughout the year.
doi:10.5007/2175-7925.2014v27n4p51 fatcat:hbbgwfxpmvdrrd5fasyy4clcnm