Desafios e estratégias para a organização do setor saúde frente à pandemia de COVID-19

Lucia Teresa Côrtes da Silveira, Alexandre Barbosa de Oliveira
2020 Research, Society and Development  
O setor saúde no Brasil atravessa um momento extremamente crítico em função do enfrentamento da pandemia de COVID-19. No âmbito do Sistema Único de Saúde, ações de gestão reativa vêm sendo tomadas em caráter emergencial para resposta a esse complexo desastre biológico. Nesse sentido, objetivou-se analisar os desafios e as potenciais estratégias voltadas à organização emergencial do setor saúde para melhor resposta à pandemia de COVID-19, no contexto nacional. Trata-se de um estudo exploratório,
more » ... studo exploratório, desenvolvido por meio do método de análise documental, cujas fontes de evidência foram documentos técnico-científicos relacionados às ações de gestão de risco de emergências e desastres em saúde pública, as quais foram tratadas pela análise de conteúdo temático-categorial. Os resultados apontam que, em geral, os desafios enfrentados pelos gestores referem-se à necessidade de adoção de ações céleres e resolutivas. Para tanto foram apontadas quatro medidas estratégicas: 1) organização de salas de situação em saúde; 2) interação de agentes e setores para resposta de saúde à pandemia; 3) estruturação de planos de emergência; e 4) desenvolvimento de modelos assistenciais específicos. Concluiu-se que a compreensão e empreendimento dessas medidas, sob o ponto de vista da gestão de risco de emergências e desastres em saúde pública, fazem-se urgentes, uma vez que a inobservância de tais medidas pode produzir sérios prejuízos à saúde humana, sobretudo para comunidades e grupos mais vulneráveis socialmente. As medidas destacadas podem ser úteis a gestores municiais e estaduais frente à pandemia de COVID-19, e a outras possíveis situações futuras de emergências e desastres biológicos.
doi:10.33448/rsd-v9i8.5987 fatcat:kz77c7k4mrhypic6ooth27p3l4