Avaliação funcional do joelho em portadores da síndrome da dor femoropatelar (SDFP): comparação entre as escalas KOS e IKDC

Daniela Abrahão Siqueira, Mário Antônio Baraúna, Valdeci Carlos Dionísio
2012 Revista Brasileira de Medicina do Esporte  
OBJETIVO: Muitos instrumentos têm sido propostos para avaliar o joelho, tornando muitas vezes difícil a sua escolha. Entre esses instrumentos destacam-se as escalas Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score (KOS) e International Knee Documentation Committee (IKDC), mas ainda não é claro qual delas seria melhor para avaliar o joelho de portadores da síndrome da dor femoropatelar (SDFP). O objetivo deste estudo foi comparar as escalas de avaliação KOS e IKDC para verificar qual delas seria
more » ... apropriada na identificação de acometimento nos portadores da SDFP. MÉTODOS: O estudo incluiu 31 portadores da SDFP, com idade entre 18 e 39 anos (24,29 ± 4,09), sendo 27 sujeitos do sexo feminino e quatro, do masculino. Todos os sujeitos foram submetidos às escalas KOS e IKDC em duas ocasiões. A segunda aplicação serviu como prova de confiabilidade (PCKOS e PCIKDEC). A análise de correlação estatística entre as duas escalas foi realizada com os testes de Spearman e Wilcoxon, considerando-se significativo p < 0,05. RESULTADOS: O teste de correlação de Spearman revelou forte correlação entre KOS e PCKOS (r = 0,99; p < 0,001) e IKDC e PCIKDC (r = 0,96; p < 0,001). Houve uma moderada correlação entre KOS e IKDC (r = 0,46; p < 0,01) e PCKOS e PCIKDC (r = 0,55; p < 0,002). O teste de Wilcoxon revelou diferença entre KOS e IKDC (p < 0,001) e entre PCKOS e PCIKDC (p < 0,001). Houve igualdade entre KOS e PCKOS (p > 0,10) e diferença entre IKDC e PCIKDC (p < 0,02). CONCLUSÃO: As escalas KOS e IKDC apresentaram-se confiáveis durante o processo de aplicação nos portadores da SDFP, recebendo a KOS a prova de maior confiabilidade quando comparada ao IKDC.
doi:10.1590/s1517-86922012000600011 fatcat:w4b4mo7swfhk7gii2awe6yalku