Transtorno mental e risco de suicídio em usuários de substâncias psicoativas

Roberta Magda Martins Moreira, Eliany Nazaré Oliveira, Roberlandia Evangelista Lopes, Marcos Venícios de Oliveira Lopes, Tamires Alexandre Félix, Lycélia Da Silva Oliveira
2020 SMAD Revista Electrónica Salud Mental  
Objetivo: analisar as evidências científicas acerca da presença de transtornos mentais e o risco de suicídio em usuários de substâncias psicoativas. Método: revisão integrativa da literatura, realizada na LILACS, MEDLINE e SCOPUS, mediante os descritores: transtornos relacionados ao uso de substâncias, suicídio e transtornos mentais. Selecionaram-se os artigos completos disponíveis nos idiomas português, inglês ou espanhol, sem recorte temporal, todavia, foram excluídos os duplicados e que não
more » ... plicados e que não responderam diretamente à pergunta norteadora, totalizando 17 artigos para análise. Resultados: os usuários de substâncias psicoativas apresentam qualidade de vida reduzida e maior comprometimento na saúde mental, que aumentam a probabilidade para comorbidades psiquiátricas associadas, como a depressão, esquizofrenia, transtorno bipolar e ansiedade, principalmente quando há o uso de múltiplas substâncias. Essa associação eleva as chances de os indivíduos cometerem suicídio em até 5,7 vezes. Conclusão: observa-se a relação direta entre os três fatores investigados, em que o uso de substâncias psicoativas aumenta a probabilidade de transtornos mentais e o risco de suicídio, tornando-se necessária a elaboração de estratégias eficazes em saúde para a identificação precoce dessas problemáticas e, assim, desenvolver intervenções a fim de minimizá-las.
doi:10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.158433 fatcat:tpseuqhlhrf3vdxaf2wybzxxvi