O Mistério do Coelho Pensante e a ausência da literatura infantil de Clarice Lispector no cânone literário brasileiro

Stela De Castro Bichuette, Sueli Braz Coelho
2014 Soletras Revista  
Resumo: Este artigo tem como objetivos o estudo de dois pontos específicos. O primeiro é investigar o porquê de a produção literária infantil de Clarice Lispector (1920-1977 não figurar nas principais historiografias literárias brasileiras. O segundo enfoque é mostrar, através da análise do livro O mistério do coelho pensante (1967), a importância da escrita infantil da autora. Palavras-chave: Clarice Lispector. O mistério do coelho pensante. Literatura infantil. Historiografia literária
more » ... ia literária brasileira. Introdução Ordinariamente pensando, a locução literatura infantil indica subitamente a ideia de belos livros coloridos, com imagens chamativas, destinados à distração, ao aprendizado e ao prazer das crianças em lê-los, folheá-los ou ouvir suas histórias contadas por um adulto. Em razão dessa função básica, até bem pouco tempo, a literatura infantil foi depreciada como criação literária e subestimada pela cultura oficial como gênero menor. Dessa forma, como afirma Nelly Novaes Coelho na obra Literatura Infantil (1991, p. 27), "a valorização da Literatura Infantil como fenômeno significativo e de amplo alcance na formação das mentes infantis e juvenis, bem como dentro da vida cultural das Sociedades, é conquista recente". Alguns autores, ao dedicarem suas obras para crianças, apresentam um estilo comum ao extremo, considerando-a como um ser menor e oferecem conteúdos de menor qualidade que não agregam sentido ao leitor, subestimando, dessa forma, a capacidade intelectual de seus leitores. Ou, em outros casos, não raros, escritores tentam induzir um teor moralizador para marcar sua obra, contrariando, assim, o anseio de contentar o gosto e satisfazer o apetite intelectual infantil, causando, no entanto, o desprezo do leitor pela obra.
doi:10.12957/soletras.2014.12007 fatcat:64j4jdxgy5buvmnyupd4rm33eu