O onde e seus correlatos em corpus do século XVII e XVIII

Emília Helena, Portella Monteiro De Souza
unpublished
RESUMO: Nesta pesquisa, são feitas observações sobre a realização do ONDE e de seus correlatos (aonde, de onde, por onde). O corpus escolhido abrange as Cartas da Bahia de Antônio Vieira, século XVII e as Cartas Baianas Setecentistas, do século XVIII, organizadas por Lobo (2001). Os dados apresentados são de quarenta cartas selecionadas de cada obra. Esta pesquisa integra um estudo maior, não só envolvendo a obra de Vieira, mas também estudos do ONDE em outras sincronias. O objetivo desta
more » ... bjetivo desta pesquisa foi verificar os processos de variação e de mudança por que passa o ONDE, buscando confirmar hipóteses de que uma vez fazendo parte da língua, os itens se conformam às situações comunicativas e cognitivas dos falantes em cada época histórica, e que a cada recorrência novos usos podem se apresentar, numa relação de estabilidade, variação e mudança. Os resultados da pesquisa apontam que, em termos da mudança, o que se verifica é que o conjunto de usos do ONDE das sincronias sob enfoque se encontra em estágios anteriores da língua e também posteriores. Quanto ao ONDE e seus correlatos, estudos têm demonstrado que novos usos vão surgindo de formas já existentes, indicando a polissemia desses itens; algumas dessas formas se mantêm em uso, outras permanecem latentes, podendo reaparecer em um dado momento histórico. PALAVRAS-CHAVE: o ONDE-correlatos-variação-mudança-polissemia ABSTRACT: In this research, comments on the realizations are made of WHERE and of its correlates (where, from, by where). The chosen corpus encloses the Letters of Bahia by Antonio Vieira, from the XVII Century and the Bahian Letters Setecentistas, from the XVIII Century, organized by Wolf (2001). The presented data come from forty selected letters of each work. This research integrates a bigger study, not only involving the works of Vieira, but also studies of WHERE in other synchronies. The objective of this research was to verify the variation and change processes by which the WHERE passes, searching to confirm the hypotheses that once being part of the language, itens according to the communicative and cognitive situations of the speakers at each historical time, and that to each recurrence new uses can be presented, in a relation of stability, variation and shift. The results of the research point out that, in terms of the shift, what is verified is that the set of uses of WHERE of the synchronies under approach is found both in previous and also posterior stages of the language. Concerning the WHERE and its correlates, studies have demonstrated that new usages go on appearing out of already existing forms, indicating the polysemy of these itens; some of these forms are kept in use, others remain latent, being able to reappear in certain historical moments.
fatcat:pscv3wwgungfxe7ib6spwygdmq