Amor de Pessoa: ficção, escrita antropológica e amor no diálogo epistolar entre Fernando Pessoa e Ofélia Queiroz

Clark Mangabeira
2017 Campos - Revista de Antropologia Social  
O objetivo desse ensaio é estabelecer um diálogo interdisciplinar entre teorias da ficção, a antropologia das emoções – especialmente sobre a categoria amor – e a escrita antropológica a partir da análise da troca de cartas amorosas entre Fernando Pessoa e Ofélia Queiroz. A categoria amor é eleita como o catalisador da análise, sendo pensada em termos de ficção e realidade em uma unidade paradoxal de existência. As cartas, enquanto diálogo, são o aporte para uma reflexão sobre a escrita e o
more » ... e a escrita e o fazer antropológico, atrelado à noção de ficção não como sinônimo de invenção, mas como uma categoria de cognição teórica e pragmática.
doi:10.5380/cra.v17i1.48367 fatcat:ukla2jbazrbr3djz42s6ec5zua