REABILITAÇÃO FÍSICA E REABILITAÇÃO PROFISSIONAL: UMA REFLEXÃO SOBRE A INTERFACE CLÍNICA E INTERSETORIAL NO TRATAMENTO TERAPEUTICO OCUPACIONAL DE UMA TRABALHADORA

Raphaele C. J. dos Santos, Marina Batista Santos
2017 Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional  
Resumo: Introdução: Observa-se que, nas sociedades tecnológicas, bem como no mundo do trabalho, ocorre uma paulatina desvinculação entre o fazer e o saber humano, sendo que tal fenômeno expõe o trabalhador a riscos de acidentes/adoecimento pelo trabalho, que, uma vez ocorridos, acarretam danos físicos, psíquicos e sociais. Nesse sentido, a reabilitação do trabalhador vítima de acidente/adoecimento pelo trabalho, no que concerne à reinserção no trabalho, é de competência do Sistema Único Saúde,
more » ... stema Único Saúde, ao passo que a reabilitação profissional é de competência do Instituto Nacional de Seguridade Social. Objetivo: Relatar uma experiência sobre o contexto da reabilitação física em terapia ocupacional com interface clínica e intersetorial no processo de reabilitação profissional de uma paciente sobre o contexto da reabilitação física. Método: O artigo apresenta um Relato de Experiência cujo cenário dos atendimentos é o Ambulatório de Reabilitação Física em Terapia Ocupacional que constitui o Campo de Estágio da Área Física do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Espírito Santo. Resultados: Os resultados demonstram que o processo de reabilitação profissional conduzido pelo INSS apresenta um caráter protocolar e de generalizações, bem como não dialoga com os outros setores envolvidos nesse processo, comprometendo sua eficácia junto ao beneficiário. Conclusão: Conclui-se que o contexto de reabilitação física em terapia ocupacional apresenta-se como um importante espaço de acolhimento das demandas relativas ao referido processo. Uma vez que proporciona tecnologias e dispositivos de escuta qualificada que corroboram com a superação das sequelas físicas, emocionais e sociais ocasionadas pelo acidente de trabalho. Palavras-chave: Trabalho, Reabilitação Física, Reabilitação Profissional, Terapia Ocupacional. Abstract: Introduction: Technological societies, as well as the occupational field present a gradual disconnection between the doing and the human knowledge, and this phenomenon exposes the worker to the risk of occupational accidents/illness, which, once occurred, lead to physical, psychological and social damages. In this sense, the rehabilitation of the worker who is the victim of an occupational accident/illness, regarding reinsertion at work, is the responsibility of the Unified Health System, while professional rehabilitation falls within the competence of the National Institute of Social Security. Objective: To report an experience about the context of physical rehabilitation in occupational therapy with clinical and intersectoral interface in the process of professional rehabilitation of a patient on the context of physical rehabilitation. Method: The article shows an Experiential Report, whose attendance scenario is the Physical Rehabilitation Ambulatory in Occupational Therapy, which constitutes the Physical Area Training Field
doi:10.4322/2526-8910.ctore0945 fatcat:uj2cjkdhqrbl5ed4vusctriisa