CULTURA DE INOVAÇÃO: ELEMENTOS DA CULTURA QUE FACILITAM A CRIAÇÃO DE UM AMBIENTE INOVADOR

Denise Del Prá Netto Machado, Giancarlo Gomes, Graziele Ninbla Scussiato Trentin, Aletéia Silva
2014 RAI: Revista de Administração e Inovação  
Brasil) RESUMO Este artigo analisa a relação entre cultura e inovação por meio da percepção dos atores organizacionais, tendo como foco a delimitação de nove elementos da cultura que influenciam a inovação organizacional. A pesquisa caracterizou-se como exploratória e descritiva, com método quantitativo. A população é composta por professores de uma Instituição de Ensino Profissionalizante (IEP) de Santa Catarina e a amostra foi de 339 respondentes. O instrumento de coleta se constituiu em um
more » ... constituiu em um questionário com 100 perguntas fechadas em escala Likert de 5 pontos, divididas em 9 elementos da cultura organizacional: valores; crenças e pressupostos; ritos, rituais e cerimônias; estórias e mitos; normas; comunicação; heróis; tabus; e, artefatos e símbolos. Os dados foram tratados por meio de Modelagem de Equações Estruturais (MEE), no intuito de medir as correlações causais entre elementos da cultura que facilitam à inovação. Os resultados indicam que a IEP possui um ambiente propício à inovação com uma forte caracterização em 8 elementos da cultura. Como conclusões, os dados quantitativos comprovam resultados sobre cultura organizacional que, até o momento, somente foram citados em pesquisas qualitativas. Valores, Crenças e Pressupostos foram os elementos que, por meio de simulação e com correlações significativas, se apresentaram como exógenos, ou seja, preditores de outros elementos da cultura organizacional. Além disso, em análises mais aprofundadas se verificou que as crenças e pressupostos foram preditores na criação de heróis e que estes impactaram na criação da comunicação organizacional. Palavras-chave: Cultura de Inovação; Elementos da Cultura; Ambiente Inovador. Cultura de inovação: elementos da cultura que facilitam a criação de um ambiente inovador R e vist a de Ad mi nist raç ão e Ino v aç ão, S ão Pa ulo, v. 10 , n.4 , o ut ./de z. 2 013. 165
doi:10.5773/rai.v10i4.978 fatcat:ilsuawpiyba4tbumoiiasmmqxe