O conto zero e outras histórias e Pai, pai: Sérgio Sant'Anna e João Silvério Trevisan visitam o "museu da memória" [chapter]

Fátima Cristina Dias Rocha
2018 Literatura brasileira em foco VIII: outras formas de escrita  
101 Outras formas de escrita [...] há um sentido ficcional na autobiografia muito intenso. Qualquer história que é recontada tem um nível muito grande de invenção, de fantasia. O imaginário preenche um monte de lacunas, altera fatos sem que você se dê conta. João Silvério Trevisan. Jornal Rascunho. O prestígio alcançado, hoje, pelos relatos autobiográficos -e livros como Na minha pele, de Lázaro Ramos, e Rita Lee: uma autobiografia exemplificam o apreço do público por tais relatos -leva-nos a
more » ... latos -leva-nos a refletir sobre os caminhos da escrita memorialística no Brasil, especialmente aquela elaborada por intelectuais dedicados ao universo da literatura e do jornalismo, entre outras áreas. Do século XIX às primeiras décadas do século XXI: este é o percurso que pretendemos acompanhar, em rápido voo, no presente ensaio, com o objetivo de, dedicando a nossa atenção a relatos autobiográficos/memorialísticos de escritores contemporâneos, verificar suas estratégias discursivas, as percepções de si que os norteiam e a potência reflexiva e crítica que contêm, tanto no âmbito da vida Literatura brasileira em foco VIII O conto zero e outras história e Pai, pai
doi:10.7476/9788575114872.0007 fatcat:gg5b6hqz3jcdrefkzmorwqj6g4