O lugar do mapa no ensino e aprendizagem de Geografia: a questão de escala na formação de professores [thesis]

Francis Gomes Macedo
DEDICATÓRIA Primeiramente, a Deus e a minha família, especialmente a minha mãe Erotides, pela fibra e o amor sem escalas, mesmo diante das adversidades da vida; A memória do meu avô, Benício de Macedo, pelas mediações realizadas a partir de seu saudoso atlas, em que me ensinava tudo o que sabia, mesmo quase sem ter frequentado os bancos escolares formais. Aprendia a localizar os países do mundo, a ler as suas tabelas de informações básicas, além de postular alternativas de como devemos atingir
more » ... mo devemos atingir os horizontes mais longínquos da vida; A todos os meus alunos das escolas públicas em que lecionei e ainda leciono, por me fazerem enxergar, por meio do brilho do olhar de cada um, que a curiosidade ainda é a maior motivação para a conquista de uma posição na sociedade através do conhecimento; VI AGRADECIMENTOS À minha orientadora, Profª. Drª. Maria Eliza Miranda, que se fez companheira em todos os processos, quer de prosseguimento, quer de pausas e até de mudança de rumo. Com dedicação profissional encontrava espaços para acolher meus momentos e neles descobria possibilidades de continuidade. Sempre uma disponibilidade para acompanhar as leituras, para discutir ideias e fazer avançar o pensamento e sua concretude na sistematização do texto. E, claro, pelas mediações de desafio, essenciais para que eu enfrentasse os desafios da vida; Às queridas amigas do Centro Brasileiro de Modificabilidade através do PEI (CBM-SP), Eng.ª. Olívia Virginia e Psic. Msc. Joana Domitila, pelas contribuições em minha formação enquanto mediador de PEI, em todos os níveis e cursos oferecidos; Uma indicação especial aos membros da Banca Examinadora, em especial ao carinho da Profª. Drª. Marisol Barenco de Mello, pelas sugestões de aprimoramento do trabalho, que em muito me ajudaram na finalização desta dissertação; Agradecimentos também aos amigos de pós-graduação (Simone, Leonardo, Luciana, Graziela, Tatiana, Kétlin e Nabor), pela companhia durante os encontros em que socializávamos as leituras realizadas e os progressos alcançados; Um carinho especial aos companheiros do Círculo de Estudos e Pesquisas das Fronteiras Teóricas da Formação de Professores de Geografia na Educação Básica, pela companhia durante os encontros em que socializávamos as leituras realizadas e os progressos alcançados na aplicação das Sequências Didáticas e, agora, na elaboração de instrumentos de mediação; Ao amigo de pós-graduação José Leonardo Homem de Mello Gâmbera, pela atenção dispensada em todas as etapas da pós-graduação, além do prazer incomensurável de andar de moto, estabelecendo uma amizade sem precedentes; Aos professores participantes do Curso de Extensão Desenvolvimento do Ensino e da Aprendizagem Mediada de Geografia para a Educação Básica, edição de 2014, que se disponibilizaram em conhecer e serem objetos de estudo do Instrumento Escalas, cujos dados e falas salientaram uma grande discussão teórica a respeito do papel da escala no ensino de geografia; Agradecimento especial a aluna de graduação Luiza Grieco Feres, pela contribuição na diagramação das tabelas e gráficos apresentados deste trabalho; Ao saudoso amigo Prof. Me. Bruno Ferrari, pela contribuição na elaboração de um abstract profissional que traduzisse as angústias deste trabalho; VII Ao professor e grande amigo Dr. Gilberto Pessanha Ribeiro, pelo companheirismo e pelas oportunidades de discussão sobre a questão de escala, além da honestidade de seus depoimentos sobre o ensino da disciplina na universidade; Ao meu orientador de graduação na UFF, o Prof. Dr. Rui Erthal, meu pai de coração, pelas primeiras noções sobre o fascínio que cerca o universo da pesquisa científica, além das boas risadas diante das circunstâncias da vida;
doi:10.11606/d.8.2014.tde-26052015-114455 fatcat:2ruxgbfuavdl3hfvihz6djotxq