INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA INSERIDAS NO MERCADO DE TRABALHO [chapter]

Marta Alexandra Gonçalves Nogueira, Célia Maria Adão de Oliveira Aguiar de Sousa
2020 New Trends In Qualitative Research  
Resumo. O presente artigo versa sobre a inteligência emocional, a comunicação interpessoal e a integração de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. As pessoas com deficiência enfrentam ainda o preconceito e a discriminação, no que respeita à sua integração no mercado de trabalho. A integração neste meio é vista cada vez mais como um elemento determinante para a inclusão social, a independência económica e a concretização pessoal. Neste âmbito, devido à escassez de estudos existentes e
more » ... tudos existentes e perante a desvantagem vivenciada pelas pessoas com deficiência na inclusão ao mercado de trabalho, procurámos explorar e perceber como é que o mundo organizacional acolhe estes trabalhadores, quais as emoções sentidas e como as gerem no decorrer da jornada de trabalho e, saber ainda como se processa a comunicação neste contexto. A metodologia adotada é de natureza qualitativa e design de estudo de caso, combinando diferentes técnicas e instrumentos, que permitem a obtenção de dados de diferentes tipos e a hipótese de cruzamento e contraste de informação, a saber: entrevistas e questionários. Palavras-chave: Pessoas com Abstract. This article deals with emotional intelligence, interpersonal communication and the integration of people with disabilities in the labour market. People with disabilities still face prejudice and discrimination in terms of their integration into the labour market. Integration in this environment is increasingly seen as a determining element for social inclusion, economic independence and personal fulfilment. In this context, due to the scarcity of existing studies and in view of the disadvantage experienced by people with disabilities in inclusion in the labour market, we tried to explore and understand how the organizational world welcomes these workers, what emotions are felt and how they manage them during the working hours and, knowing how to process communication in this context. The methodology adopted is of a qualitative nature and case study design, combining different techniques and instruments, which allow obtaining data of different types and the hypothesis of crossing and contrasting information, namely: interviews and questionnaires.
doi:10.36367/ntqr.4.2020.469-475 fatcat:mevyltsgpndnxmkmqtbbwmc6eu