Luzes apagadas: a educação escolar indígena na Amazônia colonial [thesis]

Jonas Araujo da Cunha
RESUMO CUNHA, Jonas Araújo da. Luzes apagadas: a educação escolar indígena na Amazônia Colonial. 2018. 210 f. Tese (Doutorado em Educação) -Faculdade de Educação da USP, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Os povos indígenas do Vale do rio Amazonas no período colonial foram alvos de um projeto civilizatório que teve na escola seu instrumento mais emblemático. Reputada como a promotora da civilidade, coube à escola a tarefa de inserir, prioritariamente os meninos e as meninas indígenas
more » ... cultura letrada. Tanto os missionários jesuítas quanto os agentes públicos se empenharam em abrir escolas para ensinar a escrever, ler e contar. A presente tese tem como objetivo, a partir das diversas "letras" produzidas neste período, investigar os princípios e as motivações dos diferentes agentes que atuaram neste projeto. As suas estratégias, métodos e práticas pedagógicas. Os recursos e materiais didáticos utilizados e os resultados alcançados. Com o propósito de melhor compreender a história da educação escolar indígena no período colonial, pretendemos contribuir para que os desafios contemporâneos da educação das nações indígenas que compõem a República do Brasil, possam ser dimensionados com mais clareza. Palavras-chave: Educação escolar. Povos indígenas. Amazônia Colonial. Jesuítas. Período pombalino. ABSTRACT CUNHA, Jonas Araújo da. Luzes apagadas: a educação escolar indígena na Amazônia Colonial. 2018. 210 f. Tese (Doutorado em Educação) -Faculdade de Educação da USP, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. The indigenous peoples of the Amazon River Valley, in the colonial period were the targets of a civilizing project that had its most emblematic instrument in school. Reputed as the promoter of civility, it was the school's task to insert, as a priority, indigenous boys and girls into literate culture. Both Jesuit missionaries and public officials committed themselves to opening schools to teach writing, reading, and counting. The aim of this thesis is to investigate the principles and motivations of the different agents who have acted in this project from the various "letters" produced in this period. Their pedagogical strategies, methods and practices. The resources, teaching materials used and the results achieved. In order to better understand the history of indigenous school education in the colonial period, we intend to contribute to the fact that the contemporary challenges of the education of the indigenous nations that make up the Republic of Brazil can be more clearly defined. Keywords: School education. Indian people. Colonial Amazon. Jesuits. Pombaline period. . RESUMEN CUNHA, Jonas Araújo da. Luzes apagadas: a educação escolar indígena na Amazônia Colonial. 2018. 215 f. Tese (Doutorado em Educação) -Faculdade de Educação da USP, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Los pueblos indígenas del Valle del río Amazonas en el período colonial fueron blancos de un proyecto civilizatorio que tuvo en la escuela su instrumento más emblemático. Reputada como la promotora de la civilidad, le tocó a la escuela la tarea de insertar, prioritariamente a los niños y las niñas indígenas en la cultura letrada. Tanto los misioneros jesuitas y los agentes públicos se empeñaron en abrir escuelas para enseñar a escribir, leer y contar. La presente tesis tiene como objetivo, a partir de las diversas "letras" producidas en este período, investigar los principios y las motivaciones de los diferentes agentes que actuaron en este proyecto. Sus estrategias, métodos y prácticas pedagógicas. Los recursos y materiales didácticos utilizados y los resultados alcanzados. Con el propósito de comprender mejor la historia de la educación escolar indígena en el período colonial, pretendemos contribuir a que los desafíos contemporáneos de la educación de las naciones indígenas que componen la Republica de Brasil, puedan ser dimensionados con más claridad.
doi:10.11606/t.48.2019.tde-14122018-093140 fatcat:grrqc4gfgvcyhgo4v3yj4voxy4