"O significado do 'Ensino do Processo de Enfermagem' para o docente" [thesis]

M. Brenda Eugenia Franco Corona
Ogden e Richards (1976), os quais abordam as relações entre Símbolo, Referente e Pensamento. Com o objetivo de analisar o significado para o docente sobre o ensino do Processo de Enfermagem (PE), desenvolveu-se este trabalho empregando-se uma abordagem qualitativa; entrevistaram-se dez docentes das Escolas e Faculdades de Enfermagem da Universidade de Guanajauto que se dedicaram a ensinar o PE. O significado no Referente no ensino do PE e seus elementos, foi analisado conforme o estabelecido
more » ... e o estabelecido por KOZIER (1993), o qual descreve a coleta de dados, o diagnóstico, o planejamento, a execução e a avaliação, como as etapas do processo. Obteve-se que todos os acadêmicos utilizam no ensino as cinco etapas do PE; para a etapa de coleta de dados, utilizam como marco de referência os padrões funcionais de saúde. Na etapa de diagnóstico trabalham como referente a NANDA, e os elaboram através do formato PES (problema, etiologia, e sintomas). O planejamento, o realizam estabelecendo prioridades, pautando objetivos, determinando as atividades ou estratégias de enfermagem e documentando o plano de cuidados. Depois, implementam as estratégias ou atividades com base nos resultados e intervenções estabelecidas na etapa anterior, assim como o registro de referido processo. Finalmente, a etapa de avaliação, para os docentes, consiste em determinar o alcance dos objetivos planejados, através da mensuração do alcance dos resultados e das intervenções da enfermagem. Quanto ao significado no Pensamento do ensino do PE para os docentes de enfermagem, este ensino é considerado como uma instrução fundamentada, atualizada e indispensável para a disciplina e o PE é visto como um método científico e de trabalho que dá fundamento à sua prática e apoio à atividade profissional, que para sua utilização são requeridas certas habilidades como: conhecimentos da disciplina e disciplinas afins, técnicas e prática de enfermagem, habilidades intelectuais, observação, pensamento crítico, comunicação e de relacionamento interpessoal. Por outro lado, indagou-se sobre cinco conceitos (Si mesmo, Ensino, Docente, Enfermagem e PE) que de alguma maneira estão relacionados com a atividade que desempenham os professores de enfermagem; entre os resultados encontram-se: a percepção que tem o docente sobre si mesmo é positiva, o que reflete através de uma série de qualidades como o ser responsável, trabalhador e pontual. O ensino é para esses docentes um processo criativo que guia a aprendizagem do aluno e implica superação e atualização. Enfermagem é para os professores uma profissão, com certas qualidades pessoais (vocação) e características profissionais (cuidado, conhecimentos). Finalmente o PE é considerado como um método e instrumento para proporcionar o cuidado, com determinadas características profissionais (metodologia, disciplina, marco de referência). Para concluir, obteve-se que os fatores que influem no ensino do PE são: o nível em que se inicia este ensino não é o adequado, já que o aluno não conta com as ferramentas necessárias para desenvolvê-lo em sua totalidade; a pouca ou nula convicção de alguns professores sobre os benefícios do PE, e a diversidade de posturas frente ao mesmo; o pouco ou o nulo domínio de conhecimentos próprios de enfermagem (técnicas de enfermagem) e de disciplinas afins (patologia); e que nos serviços, os profissionais de enfermagem não o aplicam de forma sistemática e não contam com instrumento de registro adaptado às etapas do PE. Palavras chaves: Processo de enfermagem, Ensino de enfermagem, Significado ABSTRACT FRANCO, CMBE. Significance of teaching the nursing process for the professor. 2004. 188 p. Thesis (Doctoral)-Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. The present paper is based on the Representational Theory of Significance by Ogden and Richards (1976) , who approach the relationships between Referent Symbol and Thought. Aiming to analyze the meaning to the professor about NP -Nursing Process -teaching, it has been developed from a qualitative approach, nine professors of Nursing Colleges and Schools, who were engaged in teaching NP, have been interviewed. The meaning in the Referent of NP teaching and its elements was analyzed according to what was established by KOZIER 1993, who describes the assessment, the diagnosis, the planning, the execution and the evaluation as phases of the process. It was observed that all the academics have applied the five NP phases to teaching; for the assessment phase, they use as a reference mark the functional patterns of health to collect data through a structured guide. In the diagnosis phase, they use the NANDA as referent and elaborate them through the PES format (Problem, etiology, signs and symptoms). The planning is conducted by establishing priorities, having objectives, determining the nursing activities or strategies and recording the care plan. Then, they implement the strategies or activities based on the results and interventions decided in the previous phase, as well as the register of such process. Finally, the evaluating phase for the professors consists of determining the outcome of the planned objectives through the estimative of the patient's success in the nursing outcomes and interventions. As to the significance in Thought of NP teaching for the professors it is considered to be a grounded and updated instruction, indispensable for the subject, and NP is accepted as a scientific working method that gives foundation to its practice and supports the professional what-to-do, which require certain abilities to apply, like: knowledge of the subject and correlate topics, nursing techniques and practice, intellectual abilities, observation, critical thinking, communication and interpersonal relationship. On the other hand, there was an inquiry on five concepts (Himself, Teaching, Professor, Nursing and NP) which somehow are related to the activity carried out by the nursing teachers; among the results, we have: the perception the professor has about him/herself is positive, which reflects plenty of qualities like being responsible, diligent and punctual. Teaching is, for those professors, a creative process that guides the students´ learning, which involves exceeding and updating. For them, Nursing is a profession, with certain personal qualities (a gift) and professional characteristics (care, knowledge). Finally, NP is considered to be a method and instrument to provide care, with some professional features (methodology, discipline, reference mark). Concluding, we learned that the factors that influence NP teaching are: the level in which it begins is inadequate, seeing that the students do not have the necessary tools available to fully develop it; some teachers´ little or no conviction about the advantages of NP and the diversity of opinions; little or no command of typical knowledge of nursing (nursing techniques) and correlate subjects (pathology); and the nursing professionals do not apply it systematically and cannot count on register instrument adapted to the NP phases.
doi:10.11606/t.22.2004.tde-06052005-100508 fatcat:qwqigo4gyzb4hclc7w325s62vm