AVALIAÇÃO DE DIFERENTES TIPOS DE SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE POLI(3-HIDROXIBUTIRATO) POR BACILLUS MEGATERIUM

C. P. MAINKA, D. J. L. FACCIN, M. A. Z. AYUB, R. RECH
2015 Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química   unpublished
RESUMO -O P(3HB) é um poliéster biodegradável que possui grande potencial de aplicação, porém o fator econômico é um entrave na sua utilização. O preço da fonte de carbono tem papel crucial na economia do processo. Neste trabalho foi avaliada a produção de P(3HB) por Bacillus megaterium utilizando diferentes fontes de carbono (efluente da indústria do biodiesel, de laticínio e de transformação da soja). Foram realizados cultivos batelada em estufa incubadora rotatória com retiradas de amostras
more » ... os tempos de 0 h, 24 h e 48 h. Para cultivos com soro de leite, permeado de soro e efluente da indústria de soja os valores máximos de acúmulo de polímero foram obtidos no tempo de 24 h, alcançando fração mássica de polímero na biomassa seca de 15 %, 22 % e 30 % respectivamente. Já para o cultivo com o efluente contendo glicerol o valor máximo de acúmulo, 37 %, foi obtido em 48 h. Foi observado acúmulo de polímero nos substratos empregados, evidenciando potencial para produção de P(3HB) nos efluentes testados. INTRODUÇÃO Na sociedade atual os plásticos têm papel fundamental. Eles são materiais versáteis de grande qualidade para aplicação nos mais variados produtos. O uso de materiais plásticos é cada vez mais frequente e este vem substituindo matérias-primas convencionais, como papel, papelão, vidros e metais, em função do seu baixo custo e grande durabilidade. Entretanto estes materiais têm despertado grande preocupação devido ao grande volume de plásticos pós-consumo gerado, que aliado à maneira incorreta de descarte ocasiona um sério problema ambiental. O principal motivo é o fato deles não serem biodegradáveis, persistindo como agentes poluidores durante muitos anos e quando depositados em aterros sanitários prejudicam a circulação de gases e a troca de líquidos resultantes do processo de decomposição da matéria orgânica. Sendo assim, está havendo um grande esforço no sentido de desenvolver polímeros biodegradáveis com propriedades similares as dos plásticos convencionais, de modo a substituir estes em aplicações semelhantes. Os polihidroxialcanoatos (PHAs) são uma classe de biopolímeros que surgem como alternativa a polímeros petroquímicos. A diversidade de PHAs existentes possibilita uma variada Área temática: Processos Biotecnológicos 1
doi:10.5151/chemeng-cobeq2014-0627-24677-161492 fatcat:vht7ryif2bh3vptgayqolhwx5y