O programa saúde da família sob o enfoque dos profissionais de saúde

Edmar Teixeira Vieira, Maria de Jesus Lourinho Borges, Silvia Regina Martelli Pinheiro, Sharmênia de Araújo Soares Nuto
2004 Revista Brasileira em Promoção da Saúde  
RESUMO Este estudo teve como objetivo compreender as percepções e os sentimentos dos profissionais de saúde que compõem o Programa Saúde da Família -PSF, de Maracanaú-CE. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, utilizando o referencial fenomenológico. Foram entrevistados 18 profissionais de saúde no período de setembro de 2002 a agosto de 2003, tendo como pontos norteadores a representatividade individual do PSF, o trabalho em equipe, as suas expectativas e o grau de satisfação. Por meio da
more » ... o. Por meio da análise compreensiva dos depoimentos, destacaram-se como pontos fortes do PSF: o vínculo familiar e o compromisso, bem como a educação em saúde. O trabalho em equipe, como inerente ao PSF, mostrou-se fundamental para que as atividades do programa fossem desenvolvidas. Como pontos preocupantes, os profissionais de saúde reivindicaram a melhoria das condições de trabalho e a estabilidade profissional. Cumpre ressaltar que foram encaminhados os resultados aos gestores, no sentido de que estas questões pudessem ser melhoradas ou resolvidas. A satisfação e as expectativas dos profissionais entrevistados, na maioria, são positivas e demonstram que trabalhar com essa estratégia, requer uma mudança de comportamento e comprometimento, um desafio a ser vencido. Descritores: Saúde da Família; Papel profissional; Satisfação no emprego. ABSTRACT This study aimed at understanding the perceptions and feelings of the health professionals who take part in the Family Health Programme -FHP, in Maracanaú-CE. It was a qualitative research which used the phenomenological referential. Eighteen health professionals were interviewed in the period of September, 2002 to August, 2003. The main issues approached were the individual representation of FHP, the team work, their prospects and the degree of satisfaction. By means of a comprehensive analysis of the statements, the family link and the commitment were pointed out, as well as the health education as the main issues of the FHP; the team work inner to the FHP showed to be fundamental for the development of the programme activities. As worrying matters, the health professionals claimed for better working conditions and job stability. It is worth stating that the results of this study were sent to the managers in order to improve or solve these demands. The most part of these workers are satisfied and their expectations are optimistic and it shows that working by means of this strategy requires comportamental changes and compromising, which is a challenge to overcome.
doi:10.5020/18061230.2004.p119 fatcat:6tkooy67q5bghngpjnv2gpy4ga