Seria possível uma epistemologia freiriana decolonial? Da "Cultura do Silêncio" ao "Dizer a Sua Palavra"

Camila Wolpato Loureiro, Thiago Ingrassia Pereira
2019 Roteiro  
A colonialidade está presente na construção da mente e do imaginário latino-americano. Por meio da análise bibliográfica dos estudos pós-coloniais, subalternos e decoloniais, aborda-se as diferentes formas de representação que reproduzem a colonialidade, tendo a "Cultura do silêncio" proposta por Paulo Freire como expressão possível desta relação de opressão. Dessa forma, objetiva-se pensar o conceito de "Cultura do silêncio" como uma representação da colonialidade do ser, na qual os sujeitos
more » ... o subjugados e retirados do direito de pronunciamento crítico do (seu) mundo, propondo o conceito "Dizer a sua palavra" como uma forma de práxis decolonial. Consideramos que a ação de "Dizer a sua palavra" passa a ser um ato de desobediência epistêmica e de humanização dos corpos e mentes dos (das) subalternizados (as)/ colonizados (as)/ oprimidos (as).
doi:10.18593/r.v44i3.17527 fatcat:izgh2gsxuja4nokrqxwvyzvfpy