Trocas gasosas e produtividade de três cultivares de meloeiro conduzidas com um e dois frutos por planta

Graciela Maiara Dalastra, Márcia de Moraes Echer, Vandeir Francisco Guimarães, Tiago Luan Hachmann, Adriano Mitio Inagaki
2014 Bragantia  
Objetivou-se, no presente trabalho, avaliar as trocas gasosas e sua influência na produtividade e qualidade de cultivares de melão conduzidas com um e dois frutos por planta. O experimento foi conduzido de setembro a dezembro de 2013. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, em esquema fatorial 3 x 2, com seis repetições. No primeiro fator foram alocadas as cultivares de melão pertencentes aos tipos amarelo, rendilhado e pele de sapo e no segundo fator, a condução das plantas com um e
more » ... lantas com um e dois frutos por planta. Foram utilizadas três cultivares de melão para cada tipo. As avaliações foram realizadas aos 40 e aos 56 dias após o transplantio. As características avaliadas foram: taxa de assimilação líquida de CO2 (A), transpiração foliar (E), condutância estomática (g s) e concentração interna de CO2 (Ci). A partir dessas medidas foi calculada a eficiência no uso da água (WUE). O teor de sólidos solúveis foi determinado por leitura direta, enquanto que a massa média dos frutos foi mensurada no momento da colheita, estimando-se a produtividade. Diante dos resultados, pode-se concluir que as diferenças nos índices de trocas gasosas para as cultivares de melão do tipo pele de sapo não influenciaram na produtividade e no teor de sólidos solúveis. Como melão do tipo amarelo e do tipo rendilhado recomendam-se as cultivares Goldex e Louis, respectivamente. Independente da cultivar, recomenda-se o cultivo de melão com dois frutos por planta, por assim as plantas apresentarem maior produtividade sem alterar de forma expressiva os índices de trocas gasosas delas.
doi:10.1590/1678-4499.206 fatcat:ckdxpayk4rdlja34rcg2oxmeom