News shocks e expectativas do consumidor: evidências para o Brasil [thesis]

T. A. J. T. T. Maion
Resumo Índices de confiança/expectativas são frequentemente utilizados pela mídia e pelo mercado com intuito de projetar o comportamento da economia. As expectativas dos agentes econômicos são peças relevantes, acredita-se, para explicar flutuações de produto e emprego, tanto moderadas como drásticas a exemplo das crises ".com" e dos subprimes americanos. No Brasil, o tema passou a receber mais atenção devido à crise dos últimos anos. A estimação de um VAR com séries brasileiras de produto,
more » ... ras de produto, consumo e expectativas sugere que de fato inovações nos índices de expectativas possuirão impactos de médiolongo prazo no consumo agregado e no PIB, além dos próprios índices. A partir dessa evidência, procura-se separar por meio de um modelo DSGE o quanto desses impactos se deve a fundamentos econômicos futuros antecipados pelos agentes e o quanto se deve a alterações momentâneas de humor, isto é, aos animal spirits. Os resultados sugerem que animal spirits e ruídos inerentes aos próprios índices são responsáveis por uma parte considerável da flutuação no período de 1-2 trimestres. Para horizontes iguais ou superiores a 2 trimestres, a antecipação de fundamentos econômicos passa a ser predominante. Palavras-chave: Ciclos econômicos, expectativas, consumo, atividade econômica Abstract Consumer confidence/expectation indexes are frequently used by the media and the market in order to forecast the behavior of the economy. Agents' expectations are believed to explain output and employment fluctuations, either moderate or drastic as the ".com" and the american subprime crisis. In Brazil, more attention has been drawn to this topic due to the recent economic crisis. The estimation of a VAR with brazilian data for consumption, output and expectations suggests that innovations to the expectation indexes do have impact on aggregate consumption and GDP in the medium/long-run, as well as the indexes themselves. Inspired by this evidence, a DSGE model is used in order to assess how much of these impacts are due to anticipation of future economic fundamentals and how much are due to animal spirits. The results indicate that animal spirits and index-specific noise are responsible for a non-negligible amount of fluctuations up to 2 quarters, whereas news of future economic conditions prevail on lower frequencies.
doi:10.11606/d.12.2018.tde-04042018-163958 fatcat:3fyj3yheyfertoe35jhibxoaoe