Má oclusão e vulnerabilidade social: estudo representativo de adolescentes de Belo Horizonte, Brasil

Letícia Pereira Martins, Jéssica Madeira Bittencourt, Cristiane Baccin Bendo, Miriam Pimenta Vale, Saul Martins Paiva
2019 Ciência & Saúde Coletiva  
Resumo A má oclusão é um problema de saúde pública devido à alta prevalência, possibilidade de tratamento e por interferir na qualidade de vida dos indivíduos. O objetivo deste artigo é determinar a prevalência da má oclusão em adolescentes e testar sua associação com indicador de vulnerabilidade social. Foi realizado um estudo transversal representativo com 1.612 adolescentes, entre 11 e 14 anos de idade, de escolas públicas e privadas de Belo Horizonte, Brasil. Os adolescentes foram avaliados
more » ... por três examinadores calibrados para o diagnóstico de má oclusão, utilizando o Índice Estético Dental. O Índice de Vulnerabilidade Social de Belo Horizonte foi utilizado para determinar o grau de vulnerabilidade social dos adolescentes. Os dados foram analisados através da regressão de Poisson com variância robusta (p < 0,05). A maioria dos adolescentes apresentou má oclusão ausente/leve (68,7%). Diagnosticou-se apinhamento dentário em 51,9% da amostra, diastema em 23,7%, mordida aberta anterior em 7,6 %. A má oclusão mostrou-se associada à vulnerabilidade social (RP = 1,25;95% IC = 1,01-1,55). O apinhamento dentário foi o tipo de má oclusão mais prevalente. Os adolescentes mais vulneráveis socialmente apresentaram piores indicadores de má oclusão.
doi:10.1590/1413-81232018242.33082016 fatcat:jo2w7gct3bhw3o7qd4nf2dpydu