Avaliação familiar: funcionamento e intervenção vol. 1 [book]

Ana Paula Relvas, Sofia Major
2014
A navegação consulta e descarregamento dos títulos inseridos nas Bibliotecas Digitais UC Digitalis, UC Pombalina e UC Impactum, pressupõem a aceitação plena e sem reservas dos Termos e Condições de Uso destas Bibliotecas Digitais, disponíveis em https://digitalis.uc.pt/pt-pt/termos. Conforme exposto nos referidos Termos e Condições de Uso, o descarregamento de títulos de acesso restrito requer uma licença válida de autorização devendo o utilizador aceder ao(s) documento(s) a partir de um
more » ... o de IP da instituição detentora da supramencionada licença. Ao utilizador é apenas permitido o descarregamento para uso pessoal, pelo que o emprego do(s) título(s) descarregado(s) para outro fim, designadamente comercial, carece de autorização do respetivo autor ou editor da obra. Na medida em que todas as obras da UC Digitalis se encontram protegidas pelo Código do Direito de Autor e Direitos Conexos e demais legislação aplicável, toda a cópia, parcial ou total, deste documento, nos casos em que é legalmente admitida, deverá conter ou fazer-se acompanhar por este aviso. Aqui cabe um reconhecimento à equipa liderada pelo Doutor Mário Simões pelo excelente trabalho feito no contexto nacional relativo à difusão de provas psicológicas validadas para a população portuguesa, cujas obras nos serviram de inspiração e, porque não dizê -lo, de modelo de conceptualização e rigor (Simões, Machado, Gonçalves, & Almeida, 2007). Conceptualização Havia então que rever, reorganizar e estruturar todo o nosso trabalho prévio de acordo com uma lógica organizacional consistente com a perspetiva sistémica, bem como com uma estratégia e regras de difusão ajustadas ao objetivo definido. Isto é, havia que definir a estrutura da obra. Conceptualmente, parecia fazer sentido dividi -la em duas partes distintas: uma primeira que se reportasse aos processos relacionais e dinâmicas psicológicas transversais às famílias, quer no seu quotidiano 1 Do GAIF, neste momento, fazem parte Ana Paula Relvas, Luciana Sotero, Madalena Carvalho e Sofia Major (docentes); Alda Portugal (pós -doutoranda); Ana Margarida Vilaça, Diana Cunha, Neide Areia (doutorandas), todas pertencentes à FPCE -UC. Em 2010, Stratton, Bland, Janes e Lask desenvolvem um instrumento breve composto por 15 itens que permitem avaliar vários aspetos do funcionamento familiar, sensíveis à mudança terapêutica, o Systemic Clinical Outcome and Routine Evaluation (SCORE -15). Neste capítulo apresentam -se os estudos de adaptação e validação da versão portuguesa do SCORE -15 numa amostra combinada (comunitária e clínica) de 513 participantes de todo o país. A análise fatorial exploratória indica -nos uma solução fatorial de três fatores, tal como a estrutura da versão original, embora o agrupamento dos itens não replique a solução fatorial original. Na análise confirmatória verificou -se uma correspondência exata com os fatores da escala original: Recursos Familiares, Comunicação na Família e Dificuldades Familiares. A versão portuguesa do SCORE -15 evidencia 2 4 igualmente uma boa consistência interna em termos da escala global e das suas dimensões. Os resultados são discutidos com base na utilidade do SCORE -15 para a investigação e prática clínica. Palavras -chave: funcionamento familiar, análise fatorial exploratória, análise fatorial confirmatória, SCORE -15. Abstract In 2010, Stratton, Bland, Janes and Lask developed a brief measure composed by 15 items to evaluate several indicators of family functioning, sensitive to therapeutic change, the Systemic Clinical Outcome and Routine Evaluation (SCORE -15). In this chapter we present the adaptation and validation studies of the Portuguese version of SCORE -15 in a combined sample (community and clinical) of 513 participants from all over the country. Factor analysis revealed a three -factor solution, as the original factor structure, although the items combination does not replies the original factor solution. Confirmatory factor analysis indicated an exact correspondence with the original scale dimensions: Family Strengths, Family Communication and Family Difficulties. Portuguese SCORE -15 also showed good internal reliability for the global scale and its dimensions. Results are discussed concerning the utility of SCORE -15 both for research and clinical practice.
doi:10.14195/978-989-26-0839-6 fatcat:xw3twbznvfdwvd7oj7jh6upzhy