AVALIAÇÃO PARASITOLÓGICA EM ALFACES (Lactuca sativa) COMERCIALIZADAS EM RESTAURANTES SELF-SERVICE POR QUILO, DA CIDADE DE CURITIBA, PARANÁ, BRASIL

Camila Canassa Montanher, Danielli de Camargo Coradin, Sérgio Eduardo Fontoura-da-Silva
2007 Estudos de Biologia  
O presente estudo permitiu avaliar a contaminação por enteroparasitas em alfaces (Lactuca sativa) prontas para o consumo, servidas em restaurantes Self-service por quilo da cidade de Curitiba, Paraná. Foram analisadas 50 amostras, pelo método de sedimentação espontânea de Hoffman, Pons & Janer (1934) sendo o sedimento resultante analisado em microscópio biocular. Dentre todas as alfaces analisadas, 10% (5 amostras) apresentaram-se contaminadas por estruturas parasitárias. Os parasitas
more » ... parasitas encontrados foram: Iodamoeba butschlii (4%), Entamoeba histolytica (2%), Fasciola hepática (2%) e Trichocephalus trichiurus (2%), sendo a maioria de importância em relação à saúde pública por apresentarem patogenicidade ao homem. Estes resultados indicam que as alfaces provindas de restaurantes podem apresentar padrão de qualidade higiênico-sanitária inadequado, o que salienta a necessidade de maior orientação aos produtores e manipuladores quanto à correta manipulação e higienização das hortaliças, reduzindo, desta forma, doenças parasitárias veiculadas por alimentos.
doi:10.7213/reb.v29i66.22749 fatcat:uqf2ka2nuvfvdfmnezubsobqke