PLURALISMO Y OBJETIVIDAD MORAL. ASPECTOS CONTROVERSIALES EN EL DEBATE PUTNAM-HABERMAS

Gustavo Agüero
unpublished
RESUMO: É possível falar de objetividade no campo da moral? É possível sustentar uma forma de cognitivismo moral sem postular fatos ou propriedades morais? O concei-to de objetividade, tradicionalmente pertencente aos jogos de linguagem das ciências naturais também está começando a ser proposto em linguagem moral com uma função igualmente importante: dar sentido ao discurso moral. Mas pode esta reivindicação se reconciliar como objetivo de defesa do pluralismo das sociedades democráticas
more » ... democráticas contem-porâneas? Estas questões norteadoras de nosso desenvolvimento são analisadas no con-texto do debate entre Jürgen Habermas e Hilary Putnam. PALAVRAS-CHAVE: Objetividade. Fato. Valor. Racionalidade. Cultura. Realismo. Relativismo. ABSTRACT: Is it possible to speak of objectivity in the field of moral? Is it possible to sustain a form of moral cognitivism if the postulation of facts or moral properties is re-jected? The concept of objectivity, traditionally belonging to the sets of languages of natural science is also beginning to be proposed in evaluative language with an equally important function: make sense of the moral discourse. However, can this claim be reconciled with defense pluralism of contemporary democratic societies? These questions, which guide our development, are analyzed in the context of the debate between Jürgen Habermas and Hilary Putnam.
fatcat:kx6s3ntt3jefbmfap3tvehf4la