Biologia reprodutiva de Micropogonias furnieri (Desmarest, 1823) (Teleostei, Sciaenidae): 2. Relação gonadossomática, comprimento e peso dos ovários como indicadores do período de desova

Victoria J Isaac-Nahum, Anna Emília A. de M Vazzoler
1987 Boletim do Instituto Oceanográfico  
Analisaram-se as variações da relaçao gonadossomática (RGS), do comprimento e do peso médios dos ovários por estádio de maturidade e durante um ano, procurando-se estabelecer indicadores quantitativos do grau de desenvolvimento gonadal e dos períodos de desova da população I de Micropogonias funieri. Constatou-se que, para fêmeas num mesmo estádio de maturidade, nao ocorre dependência entre valores individuais de RGS e peso total, sendo a RGS constante para cada estádio, o que permite sua
more » ... e permite sua utilização como indicador do grau de desenvolvimento gonadal. Ocorreram variações cíclicas paralelas nos valores dos três indicadores, cujos valores modais coincidem com os períodos de desova (outono, inverno e primavera-verão), o que nos permite utiliza-los como indicadores desses períodos.
doi:10.1590/s0373-55241987000200003 fatcat:czjunweugjfojmkijnap2x6yh4