ESTRUTURAS DOBRADAS DO QUADRILÁTERO FERRÍFERO EM PERFIS GEOLÓGICOS DO SÉCULO XIX

Maria Márcia Magela Machado, Friedrich Ewald Renger, Úrsula Azevedo Ruchkys
2013 Revista Geonomos  
<p>Na primeira metade do século XIX houve um acréscimo significativo de conhecimento sobre a geologia doQuadrilátero Ferrífero advindo do trabalho de naturalistas-viajantes e de especialistas europeus em exploraçãomineral que empreenderam pesquisas nesta região. Merecem atenção especial, principalmente, os trabalhosde Virgil von Helmreichen e Aimé Pissis pelo cunho prioritariamente geológico. As memórias geológicasde Helmreichen, geólogo e engenheiro de minas austríaco, incluem um perfil não
more » ... em um perfil não retilíneo entre a cidadedo Rio de Janeiro e o rio Santo Antônio no sertão do São Francisco. Na região do Quadrilátero Ferrífero, odetalhamento do acamamento entre Tejuco e Caeté registra a estrutura dobrada conhecida hoje como Sinclinalde Gandarela. Pissis publicou em 1848 sua Mémoire sur la position géologique des terraines de la partieaustrale du Brésil; entre as pranchas que acompanham a publicação está um perfil geológico de cerca de12km que detalha o acamamento entre o Pico do Itacolomi, ao sul, até a Serra de Antônio Pereira, ao norte. Arepetição das camadas com inversão do mergulho de sul para norte caracteriza claramente o dobramento doAnticlinal de Mariana; um avanço considerável sobre as seções apresentadas por Eschwege em 1811 e 1816.</p><p> </p><p><strong>ABSTRACT: </strong>During the first half of the 19th century a significant amount of geological knowledge concerning theQuadrilátero Ferrífero was produced by European naturalists and travellers as well as experts in mineralexploration. Among them the work of Virgil von Helmreichen, an Austrian geologist and mining engineer,and the French naturalist Aimé Pissis are of special interest. The memories of Helmreichen include a profilefrom Rio de Janeiro in the South to the Rio Santo Antonio in the interior of the São Francisco river basinto the North, passing over the Quadrilátero Ferrífero. Near Caeté it shows clearly the inversion of the dipof bedding, indicating a folded structure, today known as Gandarela Syncline. Pissis published in 1848 hisMémoire sur la position géologique des terraines de la partie australe du Brésil; one of the accompanyingfigures represents a 12km-section between the Itacolumi Peak in the South and the Serra de Antonio Pereirato the North, which details bedding and dip of rocks. Repetition of strata with inversion of the dip caracterizesclearly the folded structure of the Mariana Anticline, showing both examples a considerable progress comparedwith the sections of von Eschwege from 1811 and 1816.</p>
doi:10.18285/geonomos.v18i2.74 fatcat:yhhnaslwqbgkblaaxgjekve73i