ASPECTOS PSIQUIÁTRICOS RELATIVOS À COMPULSÃO ALIMENTAR

Penna, Vanessa Pacheco, Matteini, Viviane Oliveira, Lurdiane Carvalho De; Alves, Cintia Rangel, Fernandes, Geisimara Carneiro, Pereira, Wander Lopes
unpublished
RESUMO Transtornos alimentares têm alcançado especial notoriedade nos últimos tempos, com a divulgação pela mídia de sua ocorrência em celebridade. Paralelamente, aumenta sua importância na psiquiatria, com o reconhecimento crescente da elevada associação de transtornos mentais. Dos principais transtornos do comportamento alimentar, a anorexia nervosa (AN) foi a primeira a ser descrita já no século XIX e, igualmente, a pioneira a ser adequadamente classificada e ter critérios operacionais
more » ... operacionais reconhecidos já na década de 1970. Aproximadamente 50 a 75% dos pacientes com transtornos alimentares têm história de depressão. Pacientes com desnutrição de diferentes etiologias frequentemente apresentam sintomas depressivos que em geral, melhoram com o ganho de peso. Assim, quando depressivos significantes coexistem com a compulsão alimentar, o tratamento é direcionado primordialmente ao transtorno alimentar. Se a alteração do humor persiste após se corrigir o estado nutricional, o tratamento é então dirigido ao transtorno afetivo primário. Compulsão alimentar é doença nutricional / psiquiátrica, pois esse transtorno exige estudos mais profundos na área de psiquiatria, além de
fatcat:qjgsuakccrdkfp5e6tluypoie4