As formas da forma. O design brasileiro entre o modernismo e a modernização [thesis]

Francisco Raul Cornejo de Souza
Para que a cultura desempenhe sua função de encantamento, convém e basta que passem despercebidas as condições históricas e sociais que tornam possíveis não só a plena posse da cultura -segunda natureza em que a sociedade reconhece a excelência humana e que é vivida como privilégio da natureza -, mas também o desapossamento cultural, estado de natureza ameaçado de aparecer como baseado na natureza dos homens que estão condenados a tal estado." Pierre Bourdieu. O Amor pela Arte. Para Audálio.
more » ... e. Para Audálio. Artífice de um projeto ainda incompleto, do qual este trabalho é tão-somente uma etapa. Resumo Empreendendo uma análise sobre a história da inserção social das atividades do designer no universo cultural brasileiro de meados do século XX, procuro iluminar algumas das particularidades que vieram a marcar essa trajetória. Partindo de uma apreciação breve de seus rudimentos e precedentes históricos oriundos de contextos internacionais diversos àqueles do período privilegiado em âmbito local, procuro também traçar os contornos das condições que favoreceram a inclusão do design nas linguagens modernas que vicejavam neste segundo momento mais cosmopolita do modernismo, ainda que à sombra das conquistas da arquitetura. E, finalmente, ao enfocar a perspectiva analítica em dois de seus maiores expoentes, Alexandre Wollner e Aloísio Magalhães, e delinear seus percursos de êxito na profissão desde aquela época, pretendo ressaltar algumas das vicissitudes seminais que vieram a caracterizar a frágil consolidação do design no ambiente cultural e profissional brasileiro até os dias atuais. Abstract Undertaking an analysis on the history of the social insertion of the activities related to the designer in the Brasilian cultural universe in the middle of the 20th Century, I aim at illuminating some of the particularitis that came to mark this trajectory. Starting from a brief appraisal of its rudiments and historical precedents originary from international contexts distinct from the one of the priviliged period in local scope, I also try to trace the contours of the conditions thata favoured the inclusion of eisgn among the modern languages that flourished in that second more cosmopolitan moment of Brasilian modernism, even if still under the shadow of Architecture's achievements. And, finally, by focussing the analytical perspective on two of its exponents, Alexandre Wollner and Aloísio Magalhães, and delineating their successful professional trajectories since the timeframe considered, I aim at outlining some of the vicissitudes that came to characterise the frail consolidation of Design in the Brasilian cultural and professional environments throughout the rest of the century and until the present days.
doi:10.11606/t.8.2011.tde-01112011-142415 fatcat:vd2gz5jcfngcvg5janvasmuraa