Dualidade tonal no Prelúdio nº 5 para violão de Villa-Lobos

Guilherme Sauerbronn de Barros, Rodrigo Moreira da Silva
2018 DAPesquisa  
Esta comunicação propõe uma análise do Prelúdio nº5 para violão de Villa-Lobos, composto em 1940. A obra, constituída de três partes, possui a forma ABCA. Algumas das características marcantes que esta análise revela são a constante mudança de registro e a dualidade tonal. Apresentamos também uma redução schenkeriana que ilustra o texto.
doi:10.5965/1808312904062009430 doaj:9f0607c3b44c409f8b3c50aeabe4ebc7 fatcat:luyxfohayfbjledlua7pvc3gfa