Fratura nos ossos: violência, acidente ou bioturbação?

Elaine Alves De Santana, Olívia Carvalho
unpublished
RESUMO: O estudo da etiologia dos traumas pode revelar aspectos relacionados à interação do homem com o meio ambiente, relação de convívio interpessoal e intergrupal, aspecto sócio-cultural ou ação dos processos tafonônicos. Neste estudo buscou-se analisar a etiologia das fraturas existentes em uma amostra de 19 esqueletos do sítio Justino B-Xingó, utilizando-se de critérios anátomo-patológicos, da observação da ação dos processos pós-deposicionais e através da inspeção visual macroscópica e
more » ... l macroscópica e microscópica. A análise permitiu constatar o péssimo estado de conservação da maioria do material ósseo e a existência de um trauma agudo associado à violência em um indivíduo adulto do sexo masculino. Concluiu-se que o caso de paleopatologia traumática foi resultado possivelmente de um episódio de agressão interpessoal e que as fraturas pós-mortem existentes foram resultado da ação dos processos tafonômicos. PALAVRAS-CHAVE: Análise Esqueletal. Conflitos na Pré-história, Etiologia dos Traumas. ABSTRACT: Through the trauma etiology studies we may detect features of human interaction with environment, interpersonal relationships and intergroup, social-cultural aspect or action of taphonomic processes. This study intends to analyze the existing of the fractures etiology in 19 skeletons from Sítio Justino B-Xingó, using anatomic-pathological criteria, observing the post-depositional actions and through visual inspection macroscopic and microscopic. The analysis showed the disrepair of the osteological material and the existence of an acute trauma in an adult 1 O trabalho é parte da monografia defendida para obtenção do título de Bacharel em Arqueologia pela Universidade Federal de Sergipe-Campus de Laranjeiras, com alterações.
fatcat:b4k6oppifvc5rl3roz6jlv5o5y