CRISTIAN SEGURA: DA PAISAGEM AO ESPAÇO

Joana Aparecida da Silveira do Amarante
2013 Palíndromo  
RESUMO Fogo no museu (2010), trabalho realizado pelo artista argentino Cristian Segura propõe ao visitante um modo diferente de observar o museu. O artista utiliza o dispositivo simulacro, pensado por Jean Baudrillard (1997), de modo a desencadear outras experiências, como um incêndio iminente. A partir disso, as imagens de destruição de Cristian Segura são puras imagens sem avesso, sem perspectiva, sem ilusão ou intenção de criar outra realidade, pois pertencem ao seu próprio domínio. Para
more » ... tian Segura, cada trabalho é uma nova possibilidade de perceber os espaços esquecidos pela cidade e questionar os problemas das instituições de arte, não buscando uma representação de um passado ou futuro sentimental, mas ironizando os espaços urbanos e museológicos.Palavras ChaveCristian Segura, dispositivo, simulacro, espaço, Fogo no museu. Abstract Fire in museum (2010), art intervention by the argentine artist Cristian Segura offers the visitor a different way to look at the museum. The artist uses the device simulacra, designed by Jean Baudrillard (1997), to trigger other experiences, such as an imminent fire. Thus, Cristian Segura's images of destruction are pure images without reverse, without perspective, without illusion or intention to create another reality, because they belong to their own domain. For Cristian, every work is a new possibility to perceive the spaces forgotten by city and question the problems of art institutions, not seeking a representation of a sentimental past or future, but mocking the urban spaces and museums.KeywordsCristian Segura, device, simulacra, space, Fire in museum.
doi:10.5965/2175234605092013166 fatcat:ksg6gyldfjcs3djkm7rvava6tu