Avaliação da Maturidade Sexual e Classificação Andrológica por Pontos (CAP) de Touros Jovens da Raça Nelore, Criados no Noroeste do Estado do Paraná

Flávio Guiselli Lopes, Celso Koetz Junior, Marcos Barbosa Ferreira, Silvio Renato Oliveira Menegassi, Pauline Beatriz Guidoni, Leandro Da Silva Correa
2017 UNICIÊNCIAS  
O objetivo do presente estudo foi avaliar o estádio de maturidade sexual e a classificação andrológica por pontos (CAP) de touros jovens da raça Nelore, criados no noroeste do estado do Paraná, utilizando o perímetro escrotal e as características físicas e morfológicas do sêmen. Oitenta e três touros, com média de 23,56 ± 1,24 meses, foram submetidos ao exame andrológico e a classificação andrológica por pontos. O valor médio observado para perímetro escrotal foi de 35,44 ± 2,08 cm. A média
more » ... rvada para turbilhão, vigor espermático, motilidade progressiva retilínea econcentração espermática foi de 3,58 ± 0,83; 3,64 ± 0,77; 74,69 ± 11,19 e 796,38 ± 88,21, respectivamente. Quanto às características morfológicas, foi observada média de 6,11 ± 4,24 e 13,76 ± 5,53 %, para os defeitos maiores e defeitos espermáticos totais, respectivamente. Com relação ao estádio de maturidade sexual, 97,59 % (n = 81) dos touros foram considerados maturos sexualmente (classes 1 e 2) e, somente dois touros (2,41%), foram considerados sexualmente imaturos (classe 3). Os touros avaliados pela CAP foram classificados como excelentes (91,29 ± 8,92). As estimativas de correlações simples de Pearson entre a CAP e o perímetro escrotal e entre as características físicas do sêmen foram consideradas positivas e significativas, já para as características morfológicas do sêmen, as correlações foram consideradas negativas e significativas.
doi:10.17921/1415-5141.2016v20n2p110-114 fatcat:7flhrdyqfvbdli64e65otwhwoa