Benefícios da fisioterapia no pós-operatório de câncer de mama: estudo de caso

Joyce Wilhelm, Manoele Molossi Bernardi, Zequiela Russi, Vanessa Sebben
2013 Revista FisiSenectus  
Introdução: O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, porém se diagnosticado e tratado oportunamente apresenta um prognóstico relativamente bom. Mesmo com as significativas mudanças nas técnicas de tratamento ainda são muitas as consequências físicas e emocionais encontradas nestes pacientes. Por isso, a abordagem multidisciplinar é fundamental, e a fisioterapia representa um importante papel nestes casos preservando e restaurando a integridade cinético-funcional dos
more » ... o-funcional dos órgãos e sistemas. Objetivos: Verificar os benefícios proporcionados por um programa de fisioterapia em uma paciente no pós-operatório de câncer de mama, buscando uma melhora do quadro álgico, da amplitude de movimento e da força muscular. Materiais e métodos: O presente estudo foi delineado pelo método qualiquantitativo em saúde, do tipo estudo de caso, realizado na Clínica Escola de Fisioterapia da URI – campus de Erechim, com uma paciente de 60 anos que se encontrava no segundo mês de pós-operatório de câncer de mama direita. Resultados: Ao primeiro encontro a paciente relatou dores em região axilar e de membro superior direito e cervical, além disso, verificou-se diminuição da amplitude de movimento de membros superiores e diminuição de força muscular do membro superior homolateral à cirurgia. O protocolo fisioterapêutico realizado foi baseado nas limitações funcionais avaliadas, e teve duração de 12 sessões. Conclusão: Após esse período se verificou que o protocolo de tratamento fisioterapêutico foi eficaz no pós-operatório de câncer de mama, proporcionando diminuição da dor, prevenção do linfedema, aumento da amplitude de movimento de membros superiores, sem alteração na força muscular.
doi:10.22298/rfs.2013.v1.n0.1755 fatcat:2rodo5ublrhophrlp7gf7eepzi