As trocas informacionais e a produção de conhecimento: um estudo sobre as interações no ambiente das 'ONGs'

Ronaldo Pereira Martins
2007 Perspectivas em Ciência da Informação  
A presente dissertação investiga a possibilidade de internalização de conhecimentos para a transformação social por meio das trocas informacionais estabelecidas no âmbito dos projetos desenvolvidos por organizações não-governamentais (ONGs). A pesquisa foi realizada a partir de um estudo de caso no Projeto Maternidade Saudável, desenvolvido na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, com a finalidade de orientar adolescentes e jovens sobre os cuidados com a gravidez e com o recémnascido, além de
more » ... cémnascido, além de possibilitar a compreensão e aceitação da realidade vivida. Buscou-se compreender os fatores que contribuíram para uma melhor assimilação dos conhecimentos compartilhados entre as educadoras e as participantes do projeto, tomando-se como pressuposto uma abordagem social da informação, na qual o elemento informacional não é percebido como um aparato de transmissão automática de novos conhecimentos, mas como uma possibilidade de sentido, que se concretiza a partir das interações sociais. Os resultados da pesquisa demonstraram que, além de aspectos relacionados com o indivíduo, como o nível educacional, existem outros fatores fundamentais para que as informações se constituam em aprendizado, tais quais: a inserção social; o acesso a fontes variadas de informação; e a capacidade de conectar passado, presente e futuro. ABSTRACT The present dissertation investigates the possibility of internalization of knowledge for the social transformation by the established informational exchange in the scope of the projects developed by Non-governmental organizations. The research was fulfilled from a study of case in the Projeto Maternidade Saudável, developed in the north zone of Rio de Janeiro City, with the purpose to guide adolescents and young people on the care with pregnancy and the just-been born one, beyond making possible the understanding and acceptance of the lived reality. It was searched to understand the factors that had contributed for a better assimilation of shared knowledge between the educators and the participants of the project, taking as a presupposition a social approach of the information, in which the informational element is not perceived as an apparatus of automatic transmission of new knowledge, but as a possibility of sense, that is concretized by the social interactions. The results of the research had demonstrated that -besides aspects related to the individual -other basic factors exist, namely: the social insertion; the access to the varied sources of information; and the capacity of connecting past, present and future.
doi:10.1590/s1413-99362007000300016 fatcat:nwgh6dndlbcgnn62q2rtx34qqu