Teoría y crítica de la psicología 3

Fernando Lacerda
2013 unpublished
Resumo. O presente trabalho apresenta um esboço sobre a história e o desenvolvimento da psicologia crítica no Brasil. O texto divide-se em três partes. Na primeira, apresenta um breve histórico da sociedade brasileira e da inserção da psicologia nesta realidade específica. Na segunda, analisa o desenvolvimento da psicologia crítica brasileira no último quarto do século XX, quando surgiram propostas de "psicologia alternativa" e "contra-psicologia", assim como seus desdobramentos posteriores,
more » ... tos posteriores, quando emergem propostas muito diferenciadas de "psicologia crítica" na teoria e na prática. Por fim, na última parte do texto, são apresentadas questões sobre alguns desafios para a "psicologia crítica", problematizando especialmente: (a) se, efetivamente, certas práticas da psicologia crítica brasileira contribuem para a efetivação de processos de insurgência contra a ordem social capitalista; (b) se certos conceitos e propostas teóricas contribuem para a denúncia e desmistificação da realidade existente e, assim, possibilitam processos emancipatórios. Apoio: CNPq Palavras-chave: psicologia crítica, marxismo, subjetividade, história da psicologia. Abstract. The present paper presents a sketch of the history and development of Critical Psychology in Brazil. The text is divided into three parts. The first presents a brief characterization of Brazilian reality and the development of Brazilian Psychology; (b) the second part analyzes the development of Brazilian Critical Psychology in the last quarter of the 20th century, when proposals for "Alternative Psychology" and "Counter-Psychology" appeared, as well as their subsequent expansions-very differentiated proposals of "Critical Psychology" concerning the theory and the practice of Brazilian Psychology. Finally, in the * Agradeço a elaboração de críticas, comentários e análises realizados pelos diversos revisores deste trabalho. Faço um agradecimento especial a Domenico Uhng Hur e Ana Maria Jacó-Vilela que leram cuidadosamente o presente trabalho. Athanasios Marvakis contribuiu para melhorar o trabalho com sua incrível paciência e apontando alguns de seus erros políticos. Um último agradecimento especial deve ser feito para Rafaela Paula Marciano, que ofereceu todos os recursos necessários para a discussão realizada neste manuscrito sobre a luta antimanicomial.
fatcat:4mw2szczn5ghxfjdrfkcbdbrxu