cheiro e alguns ascos

Liliane Souza dos Anjos
2020 Rua  
Este trabalho coloca no centro do debate o estatuto analítico-discursivo do cheiro. É no filme Parasita, objeto de estudo escolhido para este artigo, que a questão se desenvolve. Procuro demonstrar que, com os procedimentos da Análise de Discurso materialista, é possível pôr à escuta o funcionamento do cheiro na imbricação material com o corpo, o espaço, a língua e o gesto. Nesse processo, o diálogo com a obra literária A Metamorfose, de Franz Kafka, torna-se produtivo, na medida em que coloca
more » ... dida em que coloca em causa relações simbólicas capazes de capturar os sujeitos em rupturas, ausências e humilhações.
doi:10.20396/rua.v26i2.8662005 fatcat:eywqd7ikyzhchdoqgwjekyivqy