Marxismo e Educação em Debate

Matheus Castro Da Silva
unpublished
Resumo: Este estudo visa entender a condição atual da Universidade brasileira com base no marxismo. Para tanto, a partir da Teoria Marxista da Dependência, consideramos que a Educação Superior só pode ser entendida na relação estabelecida com a estrutura social periférica/dependente em que se insere. Assim sendo, pesquisamos a história da Universidade, levando-se em consideração três momentos: a criação da USP, a primeira Universidade nacional, a Reforma Universitária de 1968, e o REUNI, a
more » ... , e o REUNI, a Reforma Universitária implementada em 2008. Destarte, compreendemos que, assim como a estrutura societária brasileira aprofundou a sua condição de dependência, a Universidade brasileira se incorpora a essa lógica, ampliando sua heteronomia. Palavras-chave: Universidade, heteronomia, capitalismo dependente. Abstract: This study aims to understand the current condition of brazilian University based on marxismo. Therefore, from the Marxist Theory of Dependence, we consider the College Education only can be understood at the relationship established with a peripheral/dependente social structure where is inserted. So, we researched the University history, considering three moments: the creation oh USP, the first national University, the University Reforma at 1968, and the REUNI, the University Reforma implemented 2008. Thus, we comprehend that, as well as the brazilian social structure deepened it dependence condition, the brazilian University had been incorporated at that logic, expanding it heteronomy. Resumen: Este estudio objetiva entender la condición actual de la Universidad brasileiña basado en el marxismo. Para esto, a partir de la Teoría Marxista de la Dependencia, consideramos que la Educación Superior solamente se puede entender en la relación na relação establecida con la estructura social periférica/dependiente en que si introduce. Así, nosotros investigamos la historia de la Universidad, en vista de tres momentos: la creación de la USP, la primera Universidad nacional, la Reforma Universitaria de 1968, y lo REUNI, la Reforma Universitaria retenida en 2008. Así, entendemos que, así como la estructura social brasileña tiene profundizado su condición dependiente, la Universidad brasileña si incorpora a esta lógica, con su heteronomía en expansión. Palavras-chave: Universidad, heteronomía, capitalismo dependiente. Introdução O Modo de Produção Capitalista (MPC), mais que um conjunto de relações financeiras, é um modo de produção da vida, possuindo uma sociabilidade própria, que atinge todos os aspectos da vida daqueles que vivem sob a sua égide. Em virtude de sua própria lógica inerente de expansão, ele tende a atingir a todos os espaços do globo terrestre, assim como da vida dos seres humanos, de forma que podemos vê-lo enquanto o Modo de Produção hegemônico mundialmente. Faz parte de sua própria
fatcat:4be462wdobeijhwv5dzysheiz4