Observações sobre a prefixação intensiva no vocabulário da publicidade

Ieda Maria Alves
2001 Alfa: Revista de Lingüística  
Neste trabalho, propomo-nos analisar o emprego de neologismos constituídos por meio de prefixos intensivos num corpus de vocabulário da publicidade (revistas informativas Isto É, Manchete, Veja e Visão), analisadas de julho de 1976 a junho de 1977).
doaj:fd91a63035df4379bc3d465fbb205898 fatcat:65cfxt7gi5cqhakpl6ugoo43lu