Associação da carga parasitária renal com achados laboratoriais em cães com leishmaniose visceral

Mariana de Medeiros Torres, Arleana do Bom Parto Ferreira de Almeida, Eveline da Cruz Boa Sorte, Daphine Ariadne Jesus de Paula, Anderson Castro Soares de Oliveira, Caroline Argenta Pescador, Adriane Jorge Mendonça, Luciano Nakazato, Valéria Régia Franco Sousa
2013 Ciência Rural  
A leishmaniose visceral canina é uma doença grave e a morte ocorre por falência renal, considerando que os métodos diagnósticos convencionais não possibilitam a classificação clínica do animal. O objetivo deste estudo foi associar a carga parasitária renal aos achados clínicos e histopatológicos em cães com leishmaniose visceral. A análise microscópica revelou predomínio de nefrite intersticial mononuclear de graus variados em 59,3% dos cães avaliados. Entretanto, não houve diferença entre a
more » ... iferença entre a carga parasitária renal de sintomáticos e oligossintomáticos (P= 0,35). As lesões renais foram de ordem inflamatória e a quantidade de parasitos não influenciaram na característica dessas lesões e nem nas alterações bioquímicas, mesmo em cães com diferentes classificações clínicas.
doi:10.1590/s0103-84782013005000032 fatcat:mdsdswww7fdn7ntmrkz3ll7h5q