Intelectuais e professores: identidades sociais em formação no século XIX brasileiro

Arlette Medeiros Gasparello, Heloisa de Oliveira Santos Villela
2012 Revista Brasileira de História da Educação  
O artigo trata da formação da identidade social dos professores secundários na segunda metade do século XIX a partir da análise de dados sobre carreira docente, produção, atividades acadêmicas e interações sociais de 78 professores do Colégio de Pedro II, na Corte, e da Escola Normal de Niterói, na província do Rio de Janeiro. A pesquisa identificou nesse período o processo de constituição de um grupo de intelectuais que passou a se reconhecer como professores, uma profissão que não os afastava
more » ... que não os afastava do grupo de letrados, mas agregava uma conotação específica, o ofício de ensinar.
doaj:63e0715b957d42248e9cbe4d41aafeef fatcat:u77b3zpadrau5iwmnt4qiftlaq