Do Céu aos Genes: transições epistêmicas, anomalias cosmológicas e suas inquietações éticas: uma interlocução foucaultiana [thesis]

Alexey Dodsworth Magnavita de Carvalho
AGRADECIMENTOS À professora Yolanda Glória Gamboa Muñoz, que em 2007 me insuflou com o vírus do gosto por Foucault na metade da minha graduação em Filosofia. Eu, que jamais o tinha lido, fui a ele apresentado com a delicadeza de uma amiga que me apresenta a um amigo. Ao que parece, segundo depoimentos, este sentimento de "ser um velho amigo de infância" do filósofo em torno do qual trabalhamos numa dissertação parece ser algo recorrente, de modo que não devo estar louco. Ao menos, não muito. Ao
more » ... enos, não muito. Ao meu orientador, Renato Janine Ribeiro. Melhor orientador eu não poderia ter: crítico e justo de uma forma que é tão difícil de encontrar, que parece algo de outro Universo. Se as utopias ainda não existem, ao menos se realizam no espaço de suas aulas. Aos meus professores, em especial a Carlos Linhares ("once upon a time"... você vê? Terminei filosofando!), Sônia Dion e Marcus Orione, que me incutiram tanta paixão com suas aulas. Um agradecimento especial vai para diversas pessoas que, por deliciosas sugestões de leitura, possibilitaram a realização deste trabalho. Aos meus tios Pasqualino Magnavita, Maria Luigia Magnavita (in memoriam) e aos amigos Angela Schaun, Kátia Lins, Marcelo Lago, Henriete Fonseca, Rosana Pocinho e Eli Vieira. A todos vocês meu muito obrigado pelas indicações de livros! Tudo foi se juntando caoticamente e, no final, não é que fazia sentido? Aos meus amigos, ótimos interlocutores. Vocês são tantos que seria preciso um capítulo inteiro para enumerá-los. Mas um agradecimento especial vai para meus colegas de graduação na Universidade São Judas Tadeu: vocês tornaram toda a nossa viagem uma aventura muito divertida! Para Alessandra Batista e Carol Bottacin vai um abraço em especial, pelas piadas e risadas compartilhadas. Aos meus familiares, que cozinharam para mim enquanto a única coisa que eu fazia era enlouquecer entre letras e livros: Karin Magnavita e Leonardo Chioda. E para Ariel e Clementine, pessoas não-humanas que dormiam sobre meus livros enquanto eu estudava, acrescentando ternura a um processo muitas vezes árduo. RESUMO A presente pesquisa aborda o problema das descontinuidades históricas que deram lugar às mudanças epistêmicas ao longo dos séculos. As rupturas cosmológicas são apresentadas como os "elementos de erosão epistêmica" referidos por Foucault, e apontadas como o gatilho de desencadeamento do conceito de "anomalia". Das anomalias celestiais aos indivíduos anormais, questões éticas são evocadas como inquietações que antecedem o que Foucault descreve como "a morte do homem". Palavras-chave: Epistemologia, ABSTRACT This research deals with the problem of historical discontinuities that have given rise to epistemic changes through the centuries. Cosmological ruptures are presented as the "elements of epistemic erosion" mentioned by Foucault, and identified as unleashing triggers of the "anomaly" concept. From heavenly anomalies to abnormal individuals, ethical issues are raised as concerns that preced what Foucault describes as "the death of man".
doi:10.11606/d.8.2013.tde-29012014-105129 fatcat:njmiiclpo5c3rofdduo2re572q