O CONTO NHINGUITIMO, DE LUÍS BERNARDO HONWANA, E OS EMBATES A PARTIR DA RELAÇÃO SUJEITO/OBJETO LUÍS BERNARDO HOWANA'S SHORT STORY NHINGUITIMO AND THE CONFRONTATIONS REGARDING THE RELATION SUBJECT/OBJECT

Luiz Carlos De Oliveira, Claudiana Soerensen
unpublished
Resumo: O presente trabalho aborda o conto moçambicano Nhinguitimo, de Luís Bernardo Honwana (1964). A partir da teoria pós-colonialista apresentada por Bonnici (2005), pretendemos evidenciar a relação sujeito/objeto presente em sociedades como a moçambicana, em que o sistema colonialista foi a marca principal, com todas as suas implicações. A análise do referido conto nos serve de fonte para a discussão proposta. O que se quer, com o estudo, é demonstrar como é explicitado e caracterizado,
more » ... caracterizado, através da fala dos personagens, o discurso do colonizador e a resistência a esse discurso pelos colonizados. Parte-se da hipótese de que há, nas sociedades coloniais, uma relação sujeito/objeto na qual o colonizador se diz "sujeito" e trata o outro enquanto "objeto". Palavras-chave: Literatura; Pós-Colonialismo; Sujeito/Objeto. Abstract: In this study we approach the short story Nhinguitimo by the Mozambican author Luís Bernardo Honwana (1964). Drawing on Bonnici's (2005) postcolonial theory, we intend to show the subject-object relation present in societies such as Mozambique's, marked by the colonial system, as well as its implications. The analysis of Nhinguitimo supports our discussion. We intend to show how colonial discourse, and resistance to it by the colonized peoples, emerge and take form in the speeches of the story. We proceed from the assumption that in colonial societies there is a subject-object relation in which the colonizer considers himself as "subject" and treats the colonized as an "object". A cultura africana tem emergido da penumbra na qual esteve sufocada até alguns anos. No Brasil, tal destaque se dá por diversos motivos e um dos principais é a publicação da Lei Federal nº 10.639/2003, que tornou obrigatório o ensino da história e cultura africana nas salas de aula. Tal fato apontou a necessidade de especialização dos profissionais da educação para que pudessem trabalhar com a temática. Outro motivo é fruto do processo histórico e
fatcat:n2qyds2buzg2noqzng5hknd76u