Acessibilidade organizacional: barreiras na continuidade do cuidado na Atenção Primária à Saúde

Maria Denise Schimith, Maria de Lourdes Denardin Budó, Teresinha Heck Weiller, Lisie Alende Prestes, Laís Antunes Wilhelm, Gabriela Fávero Alberti
2019 Revista de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria  
Objetivo: analisar a acessibilidade organizacional de uma Unidade de Saúde da Família. Método: pesquisa qualitativa na modalidade de estudo de caso, realizada em uma Unidade de Saúde da Família de um município do Rio Grande do Sul, no período de fevereiro a julho de 2012. Resultados: a equipe não se responsabiliza pela recepção dos usuários, interferindo na acessibilidade; as falhas de comunicação entre equipe e usuários, com ausência de acolhimento, prejudicam a resolutividade das necessidades
more » ... de das necessidades dos usuários; identificou-se que o absenteísmo está relacionado à falta de escuta e singularização; os trabalhadores não se comprometem com a condução de casos. Contudo, linhas de cuidado estão em construção. Conclusões: é necessário qualificar a recepção e a oferta de serviços, fortalecer a organização interna da Unidade e investir na comunicação entre equipe e usuários e com outros pontos de atenção, estabelecendo fluxos assistenciais e redes articuladas.
doi:10.5902/2179769228053 fatcat:pbkhr6divbfuln67lytnhjy2gm