Subjetividade, dilaceramento e narratividade:

Alexandre Pandolfo
2019 Revista Limiar  
Este trabalho sobre a novela "As Cabeças Trocadas", de Thomas Mann, procura os interstícios entre literatura e filosofia a partir dos acontecimentos narrados pelo escritor alemão. O trabalho procura abordar a subjetividade e o dilaceramento como imagens do século XX, e também procura abordar a duplicidade enquanto narrativa constitutiva dessa novela. Estas questões envolvem neste trabalho o estado de exceção em que vivemos.
doi:10.34024/limiar.2016.v3.9252 fatcat:mi2r7n3qyra2zkvsh2kduybqbe